segunda, 17 de maio de 2021

O aniversário que não aconteceu: Henry faria 5 anos nesta segunda

O menino Henry Borel, de quatro anos, completaria mais um aniversário nesta segunda-feira (3) com direito à festa temática e seus personagens favoritos. O pai da criança, o engenheiro Leniel Borel, postou uma homenagem nas redes sociais com a imagem da última festinha do menino em 2020.

Na imagem, Henry aparece vestido do personagem de vídeo game Super Mario Bross, em casa, em seu último aniversário.

Henry foi morto na madrugada do último dia 8 de março, em casa na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. A polícia acusa o padrasto da criança, o vereador do Rio, Jairinho, de agredir a criança até a morte com a participação da própria mãe da vítima, a professora Monique Medeiros. Os dois estão presos temporariamente e aguardam o fim do inquérito pela polícia. Se condenados, eles podem pegar até 30 anos de prisão.

Inquérito

O inquérito, em andamento, sobre o caso da morte da criança foi encerrado nesta segunda-feira (3) pela Polícia Civil. As autoridades agora vão remeter o caso à promotoria do Ministério Público para que ofereçam ou não a denúncia. No próximo sábado, dia (8), vence o prazo para os 30 dias da prisão temporária do casal.

Câmara

A Comissão de Justiça e Redação da Câmara Municipal do Rio aprovou, em reunião híbrida nesta segunda-feira (3), o prosseguimento da denúncia contra o vereador Jairinho, que pode resultar na cassação do mandato do parlamentar. Com isso, o processo será remetido novamente ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, que se reúne já nesta terça-feira (4), após a sessão plenária, para sortear o relator do processo.

O pedido foi formulado pelo próprio Conselho de Ética na última segunda-feira (26), e tem por base a investigação conduzida pela Polícia Civil sobre a morte do menino Henry Borel. Agora, o Conselho conduz a fase de instrução processual, em que Jairinho deverá apresentar defesa e podem ser realizados depoimentos e análise de provas. A votação final sobre perda de mandato é feita em plenário, com voto aberto de pelo menos dois terços dos vereadores (confira o passo a passo abaixo).

O Conselho de Ética é formado pelos vereadores Alexandre Isquierdo (presidente – DEM), Rosa Fernandes (vice-presidente – PSC), Dr. Rogério Amorim (secretário – PSL), Chico Alencar (PSOL), Zico (REP), Teresa Bergher (Cidadania) e Luiz Ramos Filho (PMN). Completam o grupo, como suplentes, os suplentes Vitor Hugo (MDB) e Wellington Dias (PDT).

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');