sexta, 22 de janeiro de 2021

Operação contra milícia mira construções irregulares no Rio

Polícia, Civil, viatura, segurança
Operação conta com agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (DRACO). Foto: Pedro Conforte

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil deflagraram, nesta quarta-feira (23), operação contra uma organização criminosa voltada para a construção de loteamentos clandestinos (parcelamento ilegal do solo urbano), corrupção, furto de energia elétrica, ameaças, esbulho possessório e crimes ambientais em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.

O objetivo da ação é cumprir 12 mandados de busca e apreensão. A investigação teve início após denúncia do avanço da milícia no Parque Estadual do Mendanha, com construções erguidas à base de ameaças e propinas e de fiscalizações realizadas pela Superintendência Integrada de Combate aos Crimes Ambientais da da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA).

Nota técnica produzida pelo Centro de Pesquisas (CENPE/MPRJ) traz imagens de satélite que permitem acompanhar a intensa degradação ambiental nas áreas investigadas, bem como o crescimento das construções e dos loteamentos. A expectativa é de que a análise de documentos e de aparelhos eletrônicos que venham a ser apreendidos possa colaborar com o andamento e êxito final das investigações.

Por parte do MP, a ação é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), com apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ). Já no âmbito da Polícia Civil, a operação conta com agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (DRACO).

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *