quarta, 25 de novembro de 2020

Pastor Everaldo é preso em operação da Polícia Federal

Pastor foi preso por corrupção. Foto: Divulgação

O pastor Everaldo Pereira, presidente do Partido Social Cristão (PSC), foi preso na manhã desta sexta-feira (28), na mesma operação que afastou o governador do Rio Wilson Witzel do cargo.

Segundo informações preliminares, o pastor foi preso por corrupção. Em nota, a defesa do acusado afirmou que “ele sempre esteve à disposição de todas as autoridades e reitera a sua confiança na Justiça”.

Realizada pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal, a Operação Tris in Idem cumpre diversos mandados de prisão e de busca e apreensão em endereços ligados aos principais nomes do governo do estado do Rio de Janeiro. Entre os alvos estão o governador, o vice-governador e o presidente da Assembleia Legislativa do estado. 

A operação é desdobramento da Operação Placebo, que investiga corrupção em contratos públicos do Executivo fluminense. O nome da operação é uma referência ao fato de se tratar do terceiro governador do estado que se utiliza de esquemas ilícitos semelhantes para obter vantagens indevidas.

Em atualização…

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *