terça, 26 de janeiro de 2021

PM ‘freia’ guerra no Complexo da Alma, em São Gonçalo

A operação acontece desde o início da manhã. Foto: Plantão Enfoco

Uma megaoperação envolvendo policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Batalhão de Choque (BPChq) e 7° BPM (São Gonçalo) é realizada, desde o fim da noite desta terça-feira (2), no Complexo da Alma, em São Gonçalo.

De acordo com a Polícia Militar, o principal objetivo da ação é impedir novos confrontos armados entre traficantes do Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando Puro (TCP), que vêm travando uma “guerra” de facções pelo controle do tráfico de drogas daquela localidade.

A operação conta com a presença de mais de 200 policiais e cinco blindados da Polícia Militar, sendo três deles do Comando de Operações Especiais (COE), um do 7°BPM e um do 12° BPM (Niterói), que está dando apoio.

Até o momento, não há registro de feridos e apreensões durante a operação da Polícia Militar.

A disputa pelo poder

Traficantes do Comando Vermelho (CV), oriundos de diversas comunidades de São Gonçalo, invadiram, na última segunda-feira (30), o conjunto de favelas da Alma, localizado nos bairros Amendoeira, Coelho e Vila Candoza. O local era apontado pela polícia como o principal reduto do Terceiro Comando Puro em São Gonçalo.

Após a invasão, moradores do conjunto de favelas vêm relatando constantes conflitos armados entre os criminosos das facções rivais nos últimos três dias.

O ego e a disputa pelo poder nas redes sociais

A guerra armada entre os traficantes ganhou as redes sociais nos últimos dias. Criminosos trocam farpas e ameaças, principalmente utilizando perfis no Twitter.

Durante a invasão realizada na última segunda-feira (30), os traficantes do Comando Vermelho gravaram um vídeo torturando um rival do Terceiro Comando Puro.

Desde então, perfis ligados às duas facções criminosas postam mensagens de provocação e ameaças nas redes sociais.

“Quem não morreu, correu para maré, o Pai virou Mãe” – referência ao líder do tráfico de drogas da Alma, identificado como ‘Pai’.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *