terça, 20 de outubro de 2020

Polícia desmonta esquema de lavagem de dinheiro no Rio

Material apreendido na ação. Foto: PCERJ/Divulgação

A Polícia Civil desencadeou neste sábado (25) a operação “Shark Attack” para desarticular um esquema de lavagem de dinheiro de traficantes do Rio de Janeiro, principalmente, do Morro do Borel, na Tijuca, zona norte do Rio.

A origem da investigação foi um depósito bancário em dinheiro cujas notas tinham cheiro de maconha.

Cinco pessoas foram presas até o fim da manhã de hoje. Além da capital do Rio, há mandados de prisão e de busca e apreensão em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, e em Curitiba, no Paraná.

Ao todo, foram expedidos pela Justiça oito mandados de prisão e seis de busca e apreensão. Nos outros estados onde a ação se desenvolve há o apoio das polícias locais.

Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Civil, os policiais da 19ª DP (Tijuca) que participam da operação apreenderam também com os presos dinheiro e drogas.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *