quinta, 22 de outubro de 2020

Polícia entra na guerra no Jardim Catarina

Policiais militares estão realizando a retirada de barricadas no Jardim Catarina. Foto: Divulgação PM

Vinte e quatro horas após o início da guerra entre criminosos, no Jardim Catarina, em São Gonçalo, o comandante do 7º Batalhão, coronel Ronaldo Martins, se dirigiu ao bairro com equipes da unidade e fizeram a retirada de barricadas com apoio dos batalhões de Niterói (12º), Itaboraí (35º) e Cabo Frio (25º).

Na ocasião o comandante aproveitou para desmentir informações que circularam em redes sociais ao longo do dia.

“Senhores não tem nada no Catarina até o momento. Iniciamos uma ocupação ontem à noite em virtude das informações chegadas. Quanto à morte do Schumacher, tudo indica que ela tenha ocorrido. Porém não posso afirmar isso, pois como agente não posso dar essa informação, pois preciso de um corpo ou algo concreto. Quanto ao traficante ‘2N’, estamos apurando sua real situação e o que realmente ocorreu. Neste momento qualquer afirmação é especulação e estamos com nossa seção de inteligência atenta aos fatos ”, explicou.

O comandante disse ainda que as equipes ocuparam na noite de ontem, os postos do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) do Jardim Catarina e a 3ª CIA. Ele finalizou dizendo que também intensificou o patrulhamento nos acessos a BR 101 com o apoio da RECOM (Rondas Especiais e Controle de Multidões).

O deputado estadual Fernando Salema (PSL), que já atuou como comandante do 7º Batalhão de São Gonçalo, inclusive no período em que o ‘Bonde do Schumaker’ atuava no município, falou sobre a guerra no Jardim Catarina.

“Essa é a disputa do poder pelo poder envolvendo muito dinheiro. A morte de um deles acaba sendo menos mal para a população”, declara o deputado que falou ainda sobre a rotina alterada por parte de quem mora na região: “Sempre houve dificuldade para retirar barricadas, faltava maquinário e quando conseguíamos não tinha quem operasse por medo de represálias. Às vezes contávamos com parceria da Prefeitura que cedia o equipamento”.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *