domingo, 25 de outubro de 2020

Polícia investiga caso de estupro no Fonseca

Policiais civis da delegacia do Fonseca, a 78ª DP, investigam um suposto caso de estupro contra uma adolescente de 16 anos, ocorrido na Rua Riodades, no Fonseca, Zona Norte de Niterói. O suspeito do crime é um homem de 56 anos que trabalhava como jardineiro para a família da jovem. Ele ainda é suspeito de outros dois estupros, sendo um de sua sobrinha, uma menina de seis anos portadora de Síndrome de Down. Os abusos teriam ocorrido nos anos de 2011 e 2006.

De acordo com o Setor de Investigações da distrital, a adolescente registrou a ocorrência no último dia 16.

Segundo a polícia, em depoimento a jovem contou que teria sido abusada pela primeira vez quando tinha dez anos de idade. O último caso ocorreu neste mês de dezembro, quando o homem colocou a mão em seu próprio órgão e mostrou para a menina. Tudo foi gravado por ela e denunciado.

Após realizar o registro de ocorrência, a jovem decidiu usar as redes sociais para denunciar seu suposto estuprador. Nas mensagens, ela faz um alerta para que o homem não abuse de outras crianças.

“Então, evitem deixar ele pisar na casa de vocês. Ele trabalha como pedreiro e outros serviços. Ele se diz da igreja, mas é tudo farsa. Como fez comigo, pode estar fazendo com outras meninas”, desabafou a jovem nas redes sociais.

Outros crimes

De acordo com a Polícia Civil, o jardineiro é suspeito de outros dois estupros. O primeiro, em 2006, ocorreu em São Gonçalo, no bairro Rio do Ouro, onde ele supostamente teria abusado da própria sobrinha, uma menina de seis anos que sofre de Síndrome de Down. 

Já em 2011, o homem foi apontado como suspeito de um estupro contra uma criança também de seis anos. Esse caso ocorreu no bairro Riodades, em Niterói. 

Em ambos os casos, não houve conclusão das investigações, e o homem permaneceu em liberdade. 

A Polícia Civil ainda informou que o homem já teria sido preso por roubo, e a justiça o concedeu o direito de liberdade.



(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *