Policial que matou vizinho da ex em SG estaria sendo ameaçado de morte

Uma das ameaças foi registrada na Delegacia do Mutua. Foto: Wallace Rosa

A Polícia Civil investiga ameaças contra o policial que matou o vizinho da ex-mulher no bairro Paraíso, em São Gonçalo, no início deste mês.

Segundo a Polícia, o policial vinha sofrendo ameaças da parte do vizinho e de traficantes da região, além de sofrer uma tentativa de homicídio, registrada na Delegacia do Mutuá (72ª DP) em 2015. Esses teriam sido alguns dos motivos que fizeram o policial se mudar do local.

Na ocorrência, o policial relatou que teve seu veículo atingido por disparos de arma de fogo quando ainda morava com sua ex-companheira, na Rua Doutor Ibérico, onde o crime aconteceu.

Segundo um amigo, o policial foi ameaçado de morte no dia do crime.

“Quando ele foi até a casa da ex para visitar a filha, elas não se encontravam na residência. Ele então entrou no carro e afirmou ter escutado ‘Vai passar o siena vermelho, é hora de passar ele’. Em seguida ele se dirigiu até a casa da vítima (o vizinho), onde após discussão acabou acontecendo o fato”, disse.

De acordo com pessoas próximas do policial, ele temia pela própria vida.

“Ele andava de colete toda vez que ia lá. Ele chegou a pedir reforço depois que recebeu as ameaças”, disse uma pessoa próxima da família que preferiu não se identificar.

O policial segue na carceragem do presídio Federico Marques, em Benfica.

Na mesma noite em que o crime aconteceu, a ex-sogra e a ex-cunhada do policial foram agredidas na rua. Segundo informações, após a agressão elas entraram em casa e soltaram os cachorros para evitar que a casa fosse invadida. Os agressores chegaram a arrombar o portão, mas não conseguiram chegar até elas por causa dos animais.

A família teve que fugir às pressas da residência sem levar nada.

Relembre o caso

Um policial civil é acusado de ter matado um homem na noite de quinta-feira (3), no bairro do Paraíso, em São Gonçalo. Segundo a Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), o motivo seria por conta de uma briga de trânsito envolvendo sua ex-companheira.

De acordo com a Polícia, a briga aconteceu quando a ex-esposa do policial estava saindo da garagem e acabou colidindo com o veículo no muro de um vizinho. Ela teria se negado a pagar o prejuízo e seguiu viagem. Segundo informações, o valor do prejuízo era avaliado em R$ 140 reais.

Dois dias depois do ocorrido, o policial, que trabalha atualmente na Delegacia de Neves (73ª), em São Gonçalo, teria ido até a casa da vítima, localizada na Rua Doutor Ibérico, por volta das 19h30.

Após chamar a vítima o acusado efetuou os disparos. Rogério recebeu os primeiros socorros no local e chegou a ser encaminhado para o Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê, mas não resistiu aos ferimentos.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Policial que matou vizinho da ex em SG estaria sendo ameaçado de morte

  1. O que esse indivíduo está falando e tudo mentira.ele nunca foi ameaçado por bandidos e lá não tem bandido só tráfico.o que ele condiz e tudo mentira.a esposa dele bateu na moto do rapaz estacionada enfrente a casa dele.ela que chamou ele para fazer isso.so porque eles são pobres e Cristão.se fosse com bandido ela bota o rabo entre as pernas e pagava o prejuízo.foi pura Corvadia dele ele não gostava do vizinho. A filha deles e doente nem amiguinhos tem só fica trancada em casa.com problemas deles.Ministerio Público espussa este cara da polícia Civil ele não tem controle sobre a Vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *