quinta, 24 de setembro de 2020

Presa acusada de matar e incendiar corpo em São Gonçalo

Mulher foi presa no bairro do Apollo III, em São Gonçalo. Foto: PCERJ

Policiais da Delegacia de Jurujuba (79ª DP) prenderam, nesta quarta-feira (2), no bairro de Apolo III, em São Gonçalo, uma mulher acusada de homicídio e ocultação de cadáver. De acordo com a polícia, ela foi condenada a 17 anos de prisão por ter matado e incendiado o corpo da vítima, em novembro de 2013.

Contra ela, havia um mandado de prisão condenatória expedido pela 4ª Vara Criminal da Comarca de São Gonçalo. De acordo com o inquérito, o crime foi descoberto no dia 3 de novembro daquele ano.

A presa foi denunciada junto com o marido da época por ter assassinado uma mulher com golpes na região da cabeça, dentro da casa da vítima, na Rua Calixto Namé Kalil, em Guaxindiba. Após o crime, o casal ainda teria incendiado parcialmente o corpo da vítima, colocando os restos mortais em sacos de lixo e descartando em um matagal, no bairro vizinho, no Gebara.

Ainda segundo o inquérito, a motivação do crime foi considerada ‘fútil’. A investigação apontou que a execução seria resultado da vítima ter atribuído ao marido da acusada, a denúncia do furto de uma bomba d’água e de alguns canos.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *