quinta, 26 de novembro de 2020

Promessa de vingança e o estopim de nova guerra em SG

O luto pela morte de cinco criminosos, que seriam ligados à facção criminosa Comando Vermelho (CV), na tarde deste domingo (3), na Amendoeira, em São Gonçalo, virou promessa de vingança. Pelas redes sociais, perfis relacionados ao grupo compartilharam imagens ‘ostentando’ um arsenal para ameaçar os rivais, do Terceiro Comando Puro (TCP), liderança no Complexo da Alma.

Bandidos do CV ostentam arsenal e prometem vingança. Foto: Reprodução

“Pouco papo pra TCP*ta ePMER*, prepara o c* da Alma, tropa tá cheio de ódio”, ameaçou o grupo em uma publicação.

Imagens também divulgadas pelas redes sociais, que teriam sido gravadas na tarde deste domingo (3), mostravam um grupo fortemente armado, que seria das lideranças do Anaia e Bichinho, usando roupas camufladas em uma tentativa de invasão nas comunidades da 590 e Alma, localizadas entre os bairros do Amendoeira e Vila Candoza.

Cinco deles morreram após uma troca de tiros com policiais militares do Batalhão de São Gonçalo (7º BPM). Os policiais conseguiram interceptar o carro usado pelo bando, que estava com três fuzis, três pistolas, uma placa de cerâmica, carregadores e aparelhos celulares.

“Se os canas (policiais) não se metessem, a Alma, o 590 e a Candoza já era nós (em alusão à gíria usada pelo CV)”

publicação da facção

Integrantes do TCP também se manifestaram pela internet e ironizando a morte dos rivais. Em uma publicação, traficantes da Alma fizeram um ‘antes/depois’ da tentativa de invasão das comunidades.

Nas imagens é possível ver quando bandidos fazem a invasão e momentos depois mortos. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Guerra

A disputa pelo domínio da venda de drogas no Complexo da Alma não é recente. Dois grandes nomes do mundo do crime, inclusive, morreram nesse embate entre as duas facções em São Gonçalo. O primeiro motim para o início da guerra em comunidades do município foi o assassinato de Schumaker Antonácio do Rosário, o ‘Piloto F1’, em abril do ano passado.

De acordo com as investigações, o ex-líder do Jardim Catarina foi morto pelo então aliado, Thomas Jayson Vieira Gomes, na época ainda conhecido como ‘2N’. Após a execução do ex-companheiro, o criminoso assumiu a identidade de ‘3N’ e fugiu do Complexo do Salgueiro, onde liderava o tráfico de drogas, para assumir a liderança do TCP, na companhia do traficante Carlos Eduardo Barros de Oliveira, conhecido como ‘Grisalho’.

Segundo o Portal dos Procurados, Grisalho – que ainda mantém o comando da venda de drogas na região – é oriundo do Complexo do Chapadão, na Zona Norte do Rio, e teria participação em vários roubos de carga. Em 2017, ao lado do também morto ‘Nando do Anaia’, o bandido teria disputado território do crime no Complexo do Anaia, em confrontos com a facção Amigo dos Amigos (ADA).

Na época de migração entre as facções, ‘3N’ e Grisalho teriam passado a financiar investidas contra os antigos aliados do CV, disputando territórios em São Gonçalo. Mas o cenário mudou com com a saída da prisão do traficante Antonio Ilario Ferreira, conhecido como ‘Rabicó ou Coroa’, apontado como chefe maior do tráfico de drogas no Complexo do Salgueiro. Ele ganhou liberdade depois de mais de 11 anos preso.

Morte de ‘3N’

O traficante ‘3N’ e seu bonde morreram em uma ação comandada pela subsecretaria de Inteligência (Ssinte) e pela Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), com apoio da Polícia Militar, na manhã do dia 26 de novembro do ano passado, no bairro Cabuçu, em Itaboraí.

Entre os nomes de peso dentro da facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP) mortos na operação estavam Alexandre de Sousa Lima, conhecido como ‘Xandinho do TCP’ e Luiz Ricardo Monteiro Cunha, o ‘Ricardinho’.

publicada às 17h57

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *