quinta, 26 de novembro de 2020

Witzel anuncia que não tem previsão para reabertura do comércio

Reabertura da economia só após implantação dos hospitais de campanha e análise técnica da Saúde. Foto: Reprodução

O governador Wilson Witzel afirmou na noite desta quinta-feira (23), que vai autorizar a reabertura do comércio no Rio apenas após a inauguração dos hospitais de campanha para combate ao novo coronavírus. O anúncio foi feito após reunião por videoconferência com secretários de Saúde e de Desenvolvimento Econômico.

A data da reabertura, no entanto, não foi informada. No vídeo, Witzel explica que as unidades de saúde em questão estão em fase de conclusão.

“No Estado do Rio de Janeiro, a curva de mortalidade e de contaminação ainda é alta, apesar de estar sob controle. E exatamente por estar sob controle que nós estamos muito preocupados com qualquer reabertura de atividade econômica. Eu sei das dificuldades, sei dos problemas que todos estamos passando, mas enquanto não inaugurarmos hospitais de campanha que já estão em fase final de conclusão, nós não poderemos fazer a reabertura. Setenta porcento da ocupação dos leitos de UTI é o máximo que nós podemos permitir para reabertura e infelizmente ainda não estamos nesse patamar”, informou Witzel, em vídeo divulgado através das redes sociais.

Em outra publicação, o governador afirma que “há países que flexibilizaram o isolamento e tiveram uma segunda onda de contaminações”.

“Estamos atentos para evitar que isso aconteça no RJ. A tendência é de que a retomada seja gradual e regionalizada, mantendo orientações de comportamento para a população”, explicou.

Segundo nota do Governo do Estado, o Plano Estadual de Reabertura Planejada da economia fluminense é baseado em três pilares: definição prévia do ritmo de abertura, orientações de comportamento e protocolos de operação para administradores, empresários e trabalhadores.

A tendência é de que, a partir do mapeamento de risco de atividades e territórios do estado, a retomada econômica seja gradual e regionalizada. No entanto, é importante que essas medidas sejam tomadas no momento oportuno, sob pena de agravamento da crise, alerta o governador.

Boletim

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informou que registrou, até esta quinta-feira (23), 6.172 casos confirmados e 530 óbitos por coronavírus (Covid-19) no estado. Há ainda 206 óbitos em investigação.

A secretaria ainda confirmou mais 40 óbitos por coronavírus no estado. As 530 vítimas foram registradas nos seguintes municípios: Rio de Janeiro (322), Duque de Caxias (40), Nova Iguaçu (19), Niterói (16), São Gonçalo (14), Mesquita (9), Macaé (8), Petrópolis (8), São João de Meriti (8), Belford Roxo (7), Itaboraí (7), Maricá (7), Tanguá (6), Volta Redonda (6), Rio das Ostras (5), Resende (4), Barra do Piraí (3), Iguaba Grande (3), Itaguaí (3), Magé (3), Rio Bonito (3), Queimados (3), Cabo Frio (2), Mangaratiba (2), Nilópolis (2), Nova Friburgo (2), São Pedro da Aldeia (2), Sapucaia (2), Araruama (1), Arraial do Cabo (1), Barra Mansa (1), Bom Jardim (1), Bom Jesus de Itabapoana (1), Cachoeira de Macacu (1), Campos dos Goytacazes (1), Japeri (1), Miguel Pereira (1), Paracambi (1), Paraty (1), São Francisco de Itabapoana (1), Teresópolis (1) e município em investigação (1).

Publicada às 9h17

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *