quarta, 12 de maio de 2021

Roubo de cargas volta a crescer em Niterói com nova modalidade de ataque

Esquema criminoso fez disparar o índice na zona norte da cidade. Foto: Lucas Benevides

Policiais da Delegacia do Fonseca (78ªDP) investigam uma quadrilha de roubo de cigarros, que vem aterrorizando entregadores, a bordo de motocicletas e aumentando o índice de roubo de cargas em Niterói. Além da investigação sobre os criminosos responsáveis pelos crimes, os policiais desconfiam de um possível esquema fraudulento entre os próprios funcionários de uma distribuidora localizada na zona norte da cidade.

De acordo com a distrital, os bandidos teriam descoberto uma empresa responsável pela distribuição de cigarros na Travessa Ari Pinto Lima, no bairro São Lourenço, e usam o horário de saída dos entregadores para agir nos roubos de carga, principal foco de atividade criminosa na cidade.

Ainda pelas investigações, as entregas passaram a ser realizadas por motocicletas e não mais em vans ou caminhonetes. A mudança acaba fracionando a entrega, ou seja, quando os criminosos saem na empreitada de roubo de cigarros acabam encontrando com várias motocicletas recheadas de cigarros.

Investigação

Segundo a polícia, em alguns casos, as vítimas relatam que os criminosos, a bordo de motocicletas, emparelham com as vítimas em determinadas vias e os fazem entrar em comunidades para o despacho da mercadoria. Durante uma diligência na distribuidora, os responsáveis teriam confiado a informação aos policiais de que possivelmente funcionários estariam passando informações privilegiadas para os criminosos.

A polícia trabalha na identificação dos integrantes da quadrilha, que seriam de comunidades da Zona Norte de Niterói e de São Gonçalo.

Aumento no roubo de cargas

Em março deste ano, foram registradas 24 ocorrências de roubos de cargas no município, sendo 21 ocorridas na área de investigação da distrital, o equivalente a 87,5% dos crimes dessa magnitude na cidade. Comparando ao mesmo mês do ano passado, houve um aumento de 71% nessas ações criminosas na “Cidade Sorriso”. Desses crimes, os policiais creditam mais de 70% dos roubos à quadrilha de roubo de cigarros.

Já nos três primeiros meses deste ano, foram registradas 51 ocorrências de roubos de cargas em Niterói, sendo 38 delas com registro na Delegacia do Fonseca, o equivalente a cerca de 75% desse tipo de crime no município. Comparado aos primeiros três meses do ano passado, houve um aumento de 6,3% em ocorrências dessa magnitude no município. Os dados referentes a esse tipo de ação foram divulgados pelo Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP-RJ).

Roubo de Carga em niterói
Polícia credita apenas 30% dos roubos a criminosos que roubam cargas de caminhões. Foto: Lucas Benevides

Questionado a respeito de um policiamento nessa área com o intuito de coibir essa prática criminosa, o comando do Batalhão de Niterói (12ºBPM) informou que existe o patrulhamento rotineiro com o intuito de coibir toda e qualquer atividade criminosa na cidade.

“Estamos com patrulhamento rotineiros por toda a cidade com o objetivo de coibir toda e qualquer prática criminosa e isso inclui essas atividades criminosas de roubo de cigarros. Trabalhamos em conjunto com as delegacias com o objetivo de identificar os horários de atuação e de onde esses criminosos saem para essas ações”

Sylvio Guerra, coronel comandante do 12º BPM de Niterói
(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');