São Gonçalo acumula 17 mortes por coronavírus nas últimas 72 horas

O Hospital Municipal Luiz Palmier, em São Gonçalo, recebeu neste final de semana 18 pacientes transferidos de outras unidades de saúde, inclusive uma de Niterói. Foto: Ascom SG

São Gonçalo registrou mais dois óbitos em decorrência do novo coronavírus nesta segunda-feira (29). E segundo a Secretaria Municipal de Saúde outras 15 mortes foram registradas no último sábado (27), totalizando dezessete em um período de 72 horas. Com este cenário, a cidade já totaliza 373 vidas perdidas por complicações da doença.

As mortes foram de moradores de Nova Cidade (1), Centro (1), Mutondo (1), Camarão (1), Sete Pontes (1), Jardim Catarina (1), Amendoeira (2), Mutondo (1), São Miguel (2), Mutuá (1), Rocha (1), Boa Vista (1), Santa Isabel (1), Vila Iara (1) Tenente Jardim (1).

Ao todo, o município contabiliza 4.030 casos confirmados, 1.048 curados, 373 óbitos confirmados e 45 óbitos em investigação, de acordo com o boletim epidemiológico atualizado.

Os hospitais municipais da cidade tiveram aumento de 1,85% no índice de ocupação de leitos de UTI para atender casos graves de pacientes diagnosticados com a Covid-19, entre os últimos dias 19 e 26. Por meio de nota, o Executivo afirmou que o número de casos está dentro do esperado.

“A Secretaria Municipal de Saúde monitora todos os casos diariamente através da Vigilância Epidemiológica”, finalizou.

Unidade hospitalarLeitos de CTILeitos de Enf.Leitos Covid-19Leitos de CTI ocupados em 19/06Leitos Enf. ocupados em 19/06Leitos de CTI ocupados em 26/06Leitos de Enf. ocupados em 26/06
Pronto Socorro Infantil Darcy Vargas68145124
Pronto Socorro Central Dr. Armando Gomes de Sá Couto5052020
Hospital Franciscano Nossa Senhora das Graças2030505995
Hospital Dr. Luiz Palmier23466917241710
Total de leitos pelo SUS548413829343019
Fonte: Diário Oficial de São Gonçalo | Dias 22 e 29

HLP recebe novos pacientes

Referência no tratamento a pacientes com coronavírus, o Hospital Municipal Luiz Palmier, em São Gonçalo, recebeu neste final de semana 18 pacientes transferidos de outras unidades de saúde, inclusive uma de Niterói. Deste total, três foram para o Centro de Tratamento Intensivo (CTI).

A equipe médica recebeu 12 pacientes do Pronto Socorro de São Gonçalo, três da UPA de Nova Cidade, um do Hospital de Retaguarda Gonçalense (antigo Menino Deus), um da UPA do Colubandê e um do Hospital Estadual Azevedo Lima, de Niterói.

Com a entrada desses pacientes, o Hospital Municipal Luiz Palmier tem hoje 40 leitos ocupados, sendo 17 de CTI. A unidade foi adaptada e virou referência para o atendimento ao Covid-19. Tem hoje 70 leitos montados com monitores e respiradores, mas o hospital pode abrigar até 100 pacientes.

A Secretaria de Saúde também criou e equipou uma segunda unidade de referência: o Hospital Franciscano Nossa Senhora das Graças, mais conhecido como Hospital das Freiras, em Lagoinha. A unidade conta hoje com 30 leitos, sendo 10 de CTI, mas sua capacidade é de até 70 leitos.

O boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde registra nesta segunda-feira (29) 4.030 casos confirmados de coronavírus em São Gonçalo e 373 óbitos. A cidade também investiga outras 45 mortes. Somente neste final de semana foram registrados 15 óbitos. 

Coronavírus no Estado

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro registra, até esta segunda-feira (29), 111.883 casos confirmados e 9.848 óbitos por coronavírus (Covid-19) no estado. Há ainda 1.053 óbitos em investigação, e 294 foram descartados. Até o momento, entre os casos confirmados, 92.161 pacientes se recuperaram da doença.

Publicada às 17h53

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “São Gonçalo acumula 17 mortes por coronavírus nas últimas 72 horas

  1. O mínimo seria a expulsão deste aluno. Já que parece que seus genitores não fazem suas partes.
    A tolerância deveria ser zero, porém a escola se apequena e se deixa conduzir por pais que não se preocupam com a cidadania, mas sim com meus filhos não interessa o que este fizeram eles sempre serão defendidos….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *