quinta, 26 de novembro de 2020

São Gonçalo registra menor índice de roubo de cargas em 5 anos

Número é o menor desde maio de 2015. Foto: Marcelo Tavares

Boa notícia para os caminhoneiros que utilizam as rodovias que cortam o município de São Gonçalo: a cidade registrou, em setembro, apenas 18 roubos de cargas em toda a extensão do segundo município mais populoso do estado do Rio – a menor marca desde maio de 2015, quando foram registrados 12 crimes dessa magnitude. Os dados são do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP-RJ).

De acordo com o comandante do 7°BPM (São Gonçalo), Tenente-coronel Gilmar Tramontini, os números são fruto de um trabalho realizado em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e quatro delegacias de Polícia Civil, que auxiliam os militares com informações sobre a forma e o local de atuação dos criminosos.

“Primeiro temos que ressaltar o trabalho feito em conjunto com outros setores de segurança pública, além de todo aporte feito pelo Governo do Estado. Gostaria de agradecer e parabenizar os policiais que realizam um trabalho incansável no combate à criminalidade em São Gonçalo. Vamos continuar trabalhando em conjunto e buscando aumentar a sensação de segurança para os cidadãos de bem do município, que são enorme maioria”, disse o comandante.

Em relação a setembro do ano passado, em que houve o registro de 55 casos, o município teve uma queda de 61% em roubos de cargas.

Outros indicadores de segurança também registraram queda considerável no município, em relação ao mesmo período do ano passado. O roubo de veículos teve uma queda de 49,9%, o roubo de rua 62,4% e o roubo a transeunte 62,1%.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *