sábado, 15 de maio de 2021

Técnica de enfermagem é detida em SG com dose de vacina para aplicar no marido

Publicada às 20h58. Atualizada às 21h21.

Vacinação, vacina, covid-19, Rio
Doses restantes seriam utilizadas para vacinação do marido da acusada. Foto: Divulgação

Uma técnica de enfermagem foi detida, na noite desta terça-feira (13), acusada de furtar vacina contra a Covid-19 para aplicar no marido. Ela foi abordada a caminho de casa no bairro de Neves em São Gonçalo.

O plano considerado como criminoso, ou imoral, já que existe um Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, que considera idade e grupo prioritário para se vacinar, foi descoberto por policiais do programa São Gonçalo Presente.

Em depoimento, a profissional alegou ter recebido autorização da supervisão do Posto de Atendimento Médico de Neves (PAM Neves) para pegar sobras de frascos e formar a dose. O diretor da unidade será ouvido.

Segundo a polícia, a acusada tinha acabado de sair do trabalho e estava indo para casa dirigindo uma motocicleta. Ela foi abordada durante revistas a motociclistas, por agentes do Segurança Presente, em uma das principais vias do bairro Neves.

Os agentes relataram na delegacia que a mulher chorou e demonstrou nervosismo, já que carregava dentro da bolsa um recipiente com gelo e restos das doses de vacina contra a Covid-19, coletadas na unidade de saúde onde trabalha.

A técnica declarou aos agentes que a diretoria da unidade médica não sabia da prática. O marido da acusada foi informado sobre o enquadramento policial da esposa.

A técnica alegou ainda que: ‘não tirou a dose de ninguém. É uma coisa que iria para o lixo’.

Para o inspetor da Delegacia de Neves (73ª DP), Sérgio Papito, a prática pode ser considerada como furto.

técnica de enfermagem, flagrada, covid-19
Segundo o inspetor Sergio Papito, a técnica de enfermagem pode ser enquadrada por furto. Foto: Vítor Soares

“Ela disse que cada frasco corresponde a dez doses, mas que só dá pra colocar nove. Se aquilo sobrou, tem que ser destruído e não pegar outras e fazer uma dose”

De acordo com a Polícia Civil, será necessário realizar procedimentos, como encaminhamento do material para perícia para determinar o enquadramento da mulher.

Profissionais afastados

A Prefeitura de São Gonçalo determinou o imediato afastamento das profissionais envolvidas no incidente até a elucidação dos fatos.

A Secretaria de Saúde esclarece que todos os procedimentos para controle das doses são adotados nos postos de vacinação, com numeração e contagem dos frascos no início e término dos trabalhos, para que não haja riscos de furtos.

E, por meio de nota, reforça que o procedimento irregular adotado pela profissional flagrada não é regra adotada nos postos. E que jamais orientou os profissionais a agirem de tal forma.

A secretaria informa, por fim, que o fato isolado não comprometeu o trabalho que vem sendo realizado pelos trabalhadores da saúde de São Gonçalo e nem impactou nas doses reservadas aos munícipes.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');