sábado, 24 de outubro de 2020

Tensão na internação de traficante em hospital de Niterói

Segurança foi reforçada no entorno da unidade de saúde. Foto: Marcelo Tavares

A segurança no entorno do Hospital Estadual Azevedo Lima, no Fonseca, em Niterói, onde o chefe da comunidade do Cavalão, conhecido como ‘Rato’, está internado, foi reforçada com a presença de policiais militares.

Na manhã desta segunda-feira (2), cerca de quatro viaturas ocupavam a frente da unidade de saúde – duas do 12º Batalhão (Niterói) e duas do Batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidões (RECOM).

De acordo com a Polícia Militar, a segurança está sendo feita 24h. Veículos suspeitos que trafegam pela Rua Teixeira de Freitas, a principal via que fica em frente a unidade de saúde, são revistados pelos policiais.

O caso

Adriano Silva deu entrada na unidade na tarde de domingo (31), após ser baleado durante perseguição policial e troca de tiros no bairro de Charitas, na zona sul da cidade.

Ele é apontado como braço-direito de Reinaldo Medeiro Ignácio, o Kadá, que apesar de cumprir pena em presídio federal de segurança máxima no Rio Grande do Norte, ainda despacha ordens para o grupo criminoso responsável pelo tráfico de drogas do Morro do Cavalão. A informação é do Ministério Público.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o estado de saúde do paciente é  estável.

Publicada às 10h22

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *