sexta, 15 de janeiro de 2021

Tensão ultrapassa 48 horas no Complexo da Alma em São Gonçalo

Relatos apontam intenso tiroteio que pôde ser ouvido ouvido nos bairros Amendoeira, Coelho e Vila Candoza. Foto: via Grupo Plantão Enfoco

A guerra entre facções instaurada há dias no Complexo da Alma, em São Gonçalo, voltou a atormentar moradores na noite desta terça-feira (1º). Moradores relataram pelos canais do Plantão Enfoco intenso tiroteio nos bairros Amendoeira, Coelho e Vila Candoza, pouco depois das 20h. Os registros também foram notificados através da plataforma Fogo Cruzado.

Segundo informações repassadas ao Portal dos Procurados (98849-6099), a guerra no Complexo da Alma não dá trégua e traficantes do Terceiro Comando Puro (TCP) teriam conseguido se manter na comunidade do 590.

“A guerra continua. Só Deus! Nem de casa podemos sair. Tiros batem na parede”, disse a moradora, que não teve a identidade revelada.

“É uma sensação horrível, tomei até calmante. No domingo, acordei às 3h e não dormi mais. Já arrumei minhas coisas para sair daqui, não dá para continuar. Todos os lugares estão ruins, mas aqui está muito pior”

Pelas redes sociais, perfis ligados ao crime organizado têm feito uma espécie de ‘big brother do tráfico’, exibindo execuções bárbaras de rivais.

A guerra entre as facções criminosas Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando Puro (TCP), na região, já dura mais de 48 horas, como é o caso da noite desta terça. Os próprios moradores explicam que há momentos de mais intensidade dos disparos.

Rivais são capturados e torturados. Foto via grupo Plantão Enfoco

O complexo, que engloba os bairros Amendoeira, Coelho e Vila Candoza, era utilizado como base do TCP no munícipio, mas foi invadido por criminosos do Comando Vermelho (CV) no último domingo (29). Moradores da região informaram que o intenso tiroteio começou por volta de 14h e durou até a noite.

Já nesta segunda-feira (30), traficantes do TCP teriam tentado retomar o controle das comunidades. De acordo com a plataforma Fogo Cruzado, houve dois registros de confronto na região durante a noite. O primeiro foi feito no Morro da Alma, às 22h32, e o segundo na Amendoeira, às 23h48.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Tensão ultrapassa 48 horas no Complexo da Alma em São Gonçalo

  1. O Estado está falido em todos os sentidos, financeiramente e Moralmente. Já passou da hora do Governo Federal agir no Rio de Janeiro. A população virou refém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *