quarta, 28 de outubro de 2020

Tráfico de SG ameaça quem descumprir lockdown em comunidades

As comunidades que integram o chamado Complexo de Bebel, entre os bairros de Santa Izabel e Anaia, em São Gonçalo, entraram em estágio de ‘lockdown’, desde esta segunda-feira (11), imposto pelo tráfico de drogas. Por meio de circulares, os criminosos alertam para a propagação do novo coronavírus e proíbem uma série de atividades nas favelas.

Comunicado está circulando nas comunidades. Foto: Rede Social

O ‘decreto’ proíbe a realização de resenhas, pagodes e festas, além de aglomerações em praças e quadras. Com relação ao funcionamento dos comércios, o tráfico impõe que bares fiquem abertos para apenas para pronta entrega. Desta forma, o cliente deve ir ao estabelecimento apenas para comprar e voltar para casa.

A publicação, que está circulando em perfis ligados à facção criminosa que comanda as comunidades, ainda mantém como obrigatório o uso de máscaras de proteção. No entanto, o informativo deixa claro que não se trata de ‘toque de recolher’ e sim de uma orientação para a população. Só que promete ‘ensinar a respeitar o próximo’ em caso de descumprimento.

‘A situação está séria e ainda tem gente levando na brincadeira. Vamos colocar a mão na consciência para não perder quem amamos’, revela o informativo, que ainda ameaça:

‘Quem for pego descumprindo as ordens, irá aprender a respeitar o próximo’

circular do tráfico

Informativos similares também circulam em comunidades dominadas pela mesma facção criminosa em comunidades da Zona Norte de Niterói e até do Rio de Janeiro.

Publicada às 19h13

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *