domingo, 29 de novembro de 2020

Vídeo mostra mãe sendo morta na frente dos filhos em São Gonçalo

ATENÇÃO: Imagens fortes!

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento exato em que o cabo da Polícia Militar Leandro Alves de Siqueira, lotado no 7ºBPM (São Gonçalo), atira e mata a sua própria esposa, a balconista Priscilla da Veiga Freitas, de 31 anos, na frente dos filhos, na madrugada do último dia 23, no bairro Zé Garoto, em São Gonçalo. Eles eram casados há três anos e 11 meses e tiveram um filho juntos.

O vídeo mostra com exatidão o momento em que se inicia uma briga na calçada da Rua Magistrado Francisco Assis Fonseca, por volta das 1h15. Durante a ação, o PM saca a arma e efetua pelo menos seis disparos, atingindo a esposa e os sogros.

Priscilla não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime. Valéria Vieira da Veiga, de 54 anos, e Marcelo de Almeida, de 43, mãe e padrasto da vítima, respectivamente, foram socorridos e levados para unidades de saúde diferentes em São Gonçalo. Valéria segue internada e o estado de saúde é considerado estável. Já Marcelo recebeu alta e continua o tratamento em casa.

Após atingir as três pessoas, Leandro atirou contra si mesmo, mas foi socorrido e levado para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê. Ele foi autuado em flagrante por feminicídio e tentativa de homicídio contra os sogros. O policial segue preso na Unidade Prisional da Polícia, no Fonseca.

De acordo com o ex-marido da vítima e pai de dois filhos de Priscilla, o empresário Felipe Paranhos, de 33 anos, as brigas entre ela e Leandro eram constantes e a vítima chegou a relatar diversas agressões por parte do policial militar nos últimos meses. Durante depoimento, Leandro confessou a ação criminosa por ciúme.

Casal já vinha enfrentando dificuldades no relacionamento. Foto: Rede Social

“Infelizmente, o ocorrido era uma tragédia anunciada. A Priscilla vinha relatando diversas agressões e brigas por parte do Leandro. Passamos o feriado de 7 de Setembro junto com eles e conversamos bastante. Viramos mais amigos depois da separação e ela me contava tudo o que acontecia no relacionamento dos dois. Agora quem vai explicar isso tudo para os quatro filhos? Quem vai contar pro filho do Leandro que ele matou sua mãe? É muito triste, não dá pra acreditar”

Desabafo

Poucas horas antes da sua morte, Priscilla fez um desabafo através das redes sociais em uma suposta “indireta” para Leandro, já que o relacionamento passava por uma fase difícil e estava próximo ao término, o que é tratado como possível motivação para o crime pela polícia.

“Agora ela é p* (sic) Mas antes era o amor da sua vida, seu presente de Deus, né? Engraçado você amava uma p* (sic) desfilava como uma p*, agora ela é p* porque deixou de ser besta ao seu lado e aprendeu a viver de novo sem você e tá te esquecendo? Então, sim, ela é p* na boca de moleque machista e hoje rejeitado”

A Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) é a responsável pela investigação do caso.

Relação com os filhos

Mãe de quatro filhos, oriundos de três relacionamentos diferentes, Priscilla era conhecida pela personalidade forte e o carinho com os filhos. O seu ex-marido contou que ela era apaixonada por todos eles e fazia o que podia para alegrar a vida das crianças.

Dois dos filhos da vítima fazem aniversário esse mês e já estavam sendo realizados os preparativos para a festa. Após a morte da mãe, os quatro, que possuem idade entre 2 e 12 anos, seguem muito abalados e ainda incrédulos com a morte, fazem diversas perguntas sobre a mãe aos familiares.

“A Priscilla sempre foi uma mãe muito atenciosa e que prezava pelo bem-estar dos seus quatro filhos. Estamos sem entender como a vida vai caminhar a partir de agora. O que será da cabeça dos meus dois filhos e das outras crianças? Vão crescer sem a mãe e com a história arranhada pela brutalidade desse crime”, disse o ex-marido da vítima.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *