sábado, 24 de outubro de 2020

Wilson Witzel toma posse como governador do Rio

O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e seu vice-governador, Claudio Castro, tomaram posse nesta terça-feira (1°), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Cerimônia de posse de Wilson Witzel, governador do Rio (Foto: Anderson Justino)

A solenidade contou com forte esquema de segurança com auxílio de 80 policiais militares. Além disso, ruas foram interditadas no entorno do Palácio Tiradentes, sede da Alerj, pela Guarda Municipal. No local, havia homens de dois batalhões de elite: Operações Especiais (Bope) e Choque.

A cerimônia de posse começou às 9h. O presidente da Casa, André Ceciliano (PT), fez a abertura oficial, chamando o governador e o vice para a Mesa Diretora da Alerj. Em seguida, o Hino Nacional foi executado pela Banda Sinfônica dos Fuzileiros Navais a pedido do próprio governador que é ex-fuzileiro naval.

Na sequência, foi feita a leitura do compromisso constitucional de posse, acompanhada da leitura e assinatura do termo de posse do governador. O mesmo procedimento foi realizado para o vice-governador.

O governador eleito Wilson Witzel fez um discurso no qual enfatizou a importância que seu mandato dará ao combate à corrupção, ao crime organizado e ao tráfico de drogas, se referindo aos envolvidos como narcoterroristas.

“É chegada a hora de libertar o estado da irresponsabilidade e da corrupção que marcaram as últimas décadas da política estadual. O resultado da última eleição simbolizou o grito de milhares de homens e mulheres cansados da traição e dos atos de corrupção que estão tirando de nós o sentimento de esperança em dias melhores”, disse o governador, que deixou ainda um recado ao seu secretariado. “Não temos o direito de errar. Não vamos decepcionar o povo do estado do Rio de Janeiro”.

Entre os presentes na cerimônia estavam o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), além da esposa e dos filhos do governador.

A solenidade foi encerrada com a execução do Hino do Estado do Rio de Janeiro. Após a cerimônia, Wilson Witzel deu a primeira entrevista como governador do Rio e seguiu para a Base Aérea do Galeão, onde embarcará para a posse de Bolsonaro em Brasília.

Transmissão de cargo

A cerimônia de transmissão de cargo de Wilson Witzel e posse do seu secretariado será realizada às 14h, desta quarta-feira (2), no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, sede do governo estadual. A solenidade também será rápida com convites distribuídos apenas aos familiares dos 21 secretários. 

Em seguida, o governador e seu vice terão uma reunião de trabalho com todo o secretariado para definir as primeiras ações de governo.

Eleições 2018

Wilson Witzel (PSC) foi eleito governador do Rio de Janeiro no segundo turno das eleições 2018, no dia 28 de outubro. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Witzel teve 4.675.355 (59,87%) dos votos válidos contra 3.134.400 votos (40,13%) de Eduardo Paes (DEM).

Ele é o primeiro não fluminense a assumir o Palácio Guanabara desde o segundo mandato de Leonel Brizola, em 1991.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *