segunda, 19 de outubro de 2020

Deputado estadual Gil Vianna morre vítima da Covid-19

Ele deixa esposa e quatro filhos. Foto: Divulgação – Alerj

O deputado estadual Gil Vianna (PSL), de 54 anos, faleceu na noite desta terça-feira (19) vítima da Covid-19. Ele estava internado em um hospital da rede privada, em Campos dos Goytacazes, e deixa esposa e quatro filhos. A informação da morte foi divulgada pelo parlamentar Flávio Serafini (Psol) através do Twitter.

De acordo com a Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), o deputado estava internado há oito dias e seu quadro era estável, mas apresentou piora no início da noite e precisou ser entubado, vindo a falecer após sofrer uma parada cardíaca, às 22h45.

O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), se solidarizou com a família de Vianna e de todas as vítimas da Covid-19. “Infelizmente perdemos nosso Gil Vianna. Um ótimo sujeito, simples, um amigo nosso, apenas 54 anos. É uma grande tristeza”, disse.

Ceciliano também anunciou o luto com a suspensão das atividades da Casa por três dias. Na tarde desta terça-feira (19), durante a sessão virtual da Casa Legislativa, os deputados fizeram um minuto de silêncio pela morte do vereador Jorginho da SOS, e por todas as vítimas da Covid-19.

Ainda através do microblog, o senador Flávio Bolsonaro, também se manifestou sobre o falecimento do colega Gil Vianna. Na publicação, ele define Vianna como ‘um cara do bem, trabalhador e colega de partido quando deputado estadual no Rio’.

Mais cedo, às 20h48, Bruno Vianna, um dos filhos de Gil Vianna, publicou uma mensagem no Facebook em que relatava a alegria de ter visto o pai depois de ficar impossibilitado por alguns dias. O post foi feito antes da notícia do falecimento do parlamentar.

“[…] Falei o quanto ele é querido e amado por todos nós. Disse, também, que seguimos firmes com seus projetos por aqui e aguardando, sempre em oração, o retorno do nosso guerreiro. Ele segue buscando a cura e vamos continuar, juntos, confiando que ele já é um vencedor”, dizia trecho do relato.

Trajetória

Vianna era pré-candidato a prefeito de Campos. Ele assumiu o posto de Deputado Estadual na Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) em 2017, com foco em atuar na área em defesa dos direitos das pessoas com deficiências e dos servidores públicos, em especial os militares.

No ano seguinte, concorreu para reeleição no Partido Social Liberal (PSL), ex-partido da família Bolsonaro, obtendo 28.636 votos.

No decorrer da trajetória, Vianna ainda serviu ao Exército Brasileiro e a Polícia Militar onde fez carreira, encerrando como 2º Sargento. Também foi coordenador do time de vôlei feminino do Flamengo em Campos dos Goytacazes. Ele começou a carreira política no ano de 2004.

Coronavírus no Rio

O Estado do Rio de Janeiro somou, até esta terça-feira (19), 27.805 casos confirmados e 3.079 óbitos por coronavírus (Covid-19). O boletim atualizado pela Secretaria de Estado de Saúde, no início desta noite, informa que há ainda 994 óbitos em investigação em todo o estado.

O Estado também divulgou o total de recuperados da doença. Entre os casos confirmados, já são 21.961 pacientes que venceram o vírus. A SES esclarece que os casos e óbitos registrados no boletim não ocorreram nas últimas 24 horas.

Publicado às 23h56. Atualizado à 0h42.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *