terça, 27 de outubro de 2020

Dimas e Marlos com apoio de Garotinho em São Gonçalo

Os pré-candidatos à Prefeitura de São Gonçalo — Dimas Gadelha (PT) e Marlos Costa (PDT) — se reuniram nesta quarta-feira (9), no centro da cidade, para finalizar as tratativas de construção da chapa Dimas / Marlos.

Apesar da iniciativa, as convenções dos respectivos partidos ainda não aconteceram e, por enquanto, ambos continuam com candidaturas próprias, uma vez que a possibilidade de aliança partidária cabe a direção nacional de cada legenda, o que deve ocorrer na próxima semana. Mas a partir das negociações o petista encabeçará a chapa mista, enquanto Costa virá como vice.

Entre os vários participantes do banquete estavam Brizola Neto, que foi candidato pelo PDT nas últimas eleições em São Gonçalo; e Antônio Maia, presidente municipal do PT, no município.

O martelo com a confirmação da chapa mista já deve ser batido nos próximos dias. A convenção partidária do Partido dos Trabalhadores (PT) está marcada para domingo (13) e a do Partido Trabalhista Brasileiro (PDT) acontece na segunda-feira (14).

“Foi mais uma conversa na busca desse consenso progressivo. A gente vai conversando… conversando, até chegar nesse consenso em relação a possibilidade da aliança, que reuniria partidos e lideranças que compõem uma visão muito próxima do que querem a respeito da cidade: de administração pública profissional, gestão transparente, moderna”

Marlos Costa (PDT)

No decorrer dos últimos dias, interlocuções entre as legendas dos pré-candidatos (PT e PDT) têm atuado com os partidos Rede Sustentabilidade, Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e Partido Socialista Brasileiro (PSB), no sentido de unificação de candidaturas no primeiro turno para composição da coligação.

Reforço

O pré-candidato a prefeito Dimas Gadelha (blusa branca, ao centro) acompanhado de Fabiano Horta, Anthony Garotinho, Gilson do Cefén e Washignton Quaquá. Foto: Rede Social

Ainda na tarde desta quarta (9) Dimas foi ao Rio e se reuniu, numa outra ocasião, com o ex-governador Anthony Garotinho, atual presidente estadual do PROS; além do prefeito de Maricá Fabiano Horta (PT) e o ex-prefeito de Maricá Washington Quaquá (PT), onde foi selada a aliança, que também marcou a desistência do pré-candidato Gilson do Cefén (PROS) a prefeito da cidade.

“Estamos numa conversa avançada com a Rede [Sustentabilidade] e com o PDT também. Hoje a gente selou uma aliança com Horta e com o Quaquá. O Gilson [do Cefen] retira a candidatura e será o nosso coordenador estratégico”, revelou Dimas. O cenário marca a ideia do programa de governo de Dimas em se inspirar nas gestões de Niterói e Maricá.

O médico sanitarista Dimas Gadelha já foi secretário de Saúde do atual prefeito José Luiz Nanci (Cidadania). Em 2018, tentou se eleger como deputado federal pelo DEM, partido de centro-direita. Migrou para o PT, partido de esquerda, a partir de um convite do ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá. Agora tem o ousado objetivo de disputar o governo municipal de São Gonçalo.

Já o advogado Marlos Costa foi candidato a prefeito em São Gonçalo pelo Partido Social Brasileiro (PSB) nas eleições de 2016. Ele mudou de legenda no início deste ano. Nas últimas eleições municipais, Marlos concorreu com chapa mista levando Ilcéa Borges (PTB) como vice. A dupla obteve a quinta maior votação no 1º turno, com pouco mais de 40 mil votos.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *