terça, 22 de setembro de 2020

Flordelis tem cinco dias para apresentar defesa na Câmara

Flordelis é uma das 11 pessoas indiciadas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro pelo assassinato de Anderson de Souza. Foto: Pablo Valadares – Câmara dos Deputados

A deputada Flordelis (PSD-RJ) foi notificada nesta quarta-feira (9) pelo corregedor da Câmara, deputado Paulo Bengtson (PTB-PA), sobre o pedido de representação feito contra ela pelo deputado Léo Motta (PSL-MG).

Ela é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, em Niterói. A parlamentar diz que é inocente.

Agora a deputada tem cinco dias úteis de prazo para apresentar sua defesa por escrito. Depois disso, o corregedor tem até 45 dias para apresentar o parecer.

“Fizemos aqui uma força tarefa, o pessoal se debruçou na acusação, então já está bem adiantado. Eu creio que no máximo em 10 ou 15 dias no mais tardar a gente já tem o nosso parecer pronto”, adiantou Bengtson.

Pelas regras da Câmara, a Corregedoria faz a análise prévia da acusação, e a Mesa, se julgar procedente, remete o caso para o Conselho de Ética para abertura de processo contra a deputada.

Agência Câmara de Notícias

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *