terça, 27 de outubro de 2020

‘Furna da Onça’: MPF ouve o empresário Paulo Marinho

Empresário Paulo Marinho vai até a sede da PF no Rio de Janeiro nesta quarta (20). Foto: Agência Senado

O coordenador do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial do Ministério Público Federal, no Rio de Janeiro, Eduardo Benones, vai ouvir na tarde desta quarta-feira (20), às 14h, na sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro, o empresário Paulo Marinho.

O procurador instaurou procedimento investigatório criminal (PIC) e pediu desarquivamento de inquérito policial para apurar supostos vazamentos na Operação Furna da Onça, deflagrada em 2018.

Ao justificar o desarquivamento e a nova investigação, Benones argumentou que “há notícias de novas provas que demandam atividade investigatória”.

O procurador refere-se a declarações prestadas pelo empresário Paulo Marinho em entrevista ao Jornal Folha de São Paulo, no último fim de semana.

De acordo com a entrevista, Marinho afirmou que o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos/RJ), na época, deputado estadual, teria conhecimento prévio da operação e informações sobre movimentação atípica nas contas de Fabrício Queiroz, ex-assessor do parlamentar, que apontavam para a denominada  “rachadinha”, ou seja a retenção indevida, por assessores, de parte das gratificações recebidas por outros funcionários de gabinetes da própria Assembleia.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *