sexta, 18 de setembro de 2020

Juiz de São Gonçalo é nomeado para assumir TRE

Dr. Vitor Marcelo tem grande contribuição para a mudança do cenário jurídico de São Gonçalo. Foto: Rede Social

O ex-diretor da Escola Superior de Advocacia de São Gonçalo, Vitor Marcelo Aranha Afonso Rodrigues, é o novo Juiz Titular do Tribunal Regional Eleitoral do Rio. A nomeação foi publicada pelo presidente Jair Bolsonaro no Diário Oficial da União da última terça (1º). Ele assume a vaga de Raphael Ferreira de Mattos, devido ao término do primeiro mandato.

Cumprir a função estabelecida na Legislação Eleitoral será a máxima do Dr. Vitor, que encara as eleições 2020 como um grande desafio, considerando o contexto da pandemia de Covid-19 que originou uma série de mudanças das regras eleitorais.

“Eu vou compor um colegiado e a gente vai aplicar a lei para fazer o que é certo. Temos uma eleição importante e a Corte tem um grande desafio numa pandemia, com uma eleição diferente, onde tudo é quase virtual. É tudo novo e a gente vai ter que se adaptar em como vai ser a propaganda, também no controle das fake news“, opinou.

O novo Juiz Titular do TRE-RJ é professor do curso de Direito desde a década de 90, tendo grande contribuição para a mudança do cenário jurídico de São Gonçalo, já que formou diversos advogados em uma universidade privada, pioneira da graduação na cidade.

“Tenho essa memória muito boa de contribuir para a formação da advocacia do nosso município, que recentemente determinou a minha nomeação para a Procuradoria Geral de São Gonçalo, terceiro maior escritório de advocacia do estado”

Antes mesmo da nomeação, Dr. Vitor já sabia que compunha a lista tríplice enviada pelos desembargadores ao presidente Bolsonaro. “O presidente não escolhe aleatoriamente. A Constituição estabelece um processo seletivo. Tem um edital do TJ, os advogados se inscrevem e apenas os três mais votados são encaminhados para que o presidente faça a sua escolha”, ensina.

Para o presidente da OAB de São Gonçalo, Eliano Enzo, há várias razões para se ter orgulho do doutor Vitor, que é nascido e criado na cidade. “Ele é fruto dessa terra, estudou aqui. Temos orgulho porque ele foi professor de vários advogados hoje formados”, pontuou.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *