sábado, 06 de março de 2021

Alma torturada pelo crime em São Gonçalo pede paz

TCP e Comando Vermelho travam duelo pelo controle do tráfico na Alma, em São Gonçalo. Foto: Reprodução

“Complexo da Alma pede paz”

mensagem de morador publicada no último dia 3 pelas redes sociais

De um lado o Terceiro Comando Puro (TCP), facção que luta para sustentar o sua base no Leste Fluminense. Do outro, o Comando Vermelho (CV), principal grupo criminoso existente no Rio de Janeiro, que busca expandir o seu território e expulsar os rivais do Complexo da Alma, em São Gonçalo.

Poderia ser a gravação de um filme de guerra, mas para a tristeza de moradores do conjunto de comunidades localizado nos bairros Coelho, Amendoeira e Vila Candoza, o medo é real. Após dias de conflitos, o TCP segue no controle do tráfico de drogas da região e se prepara para futuras invasões em áreas rivais, como os ‘Predinhos do Jóquei’. 

Segundo a polícia, a região do 2º distrito de São Gonçalo, que envolve Amendoeira, Jóquei, Almerinda, Candoza, Pacheco, vive um intenso confronto armado há alguns meses com alguns períodos de pausa. Trata-se de uma guerra de interesses que envolve lideranças do tráfico e criminosos de diversas localidades, incluindo o Complexo da Maré, no Rio, e o próprio Salgueiro, em São Gonçalo. O TCP busca se manter naquela área, reduto deles na cidade, e o CV quer exterminar a facção rival invadindo aquela área. A ação acaba afetando também os moradores dos ‘predinhos’, no Jóquei, e as áreas do Pacheco e Sacramento, que servem como desovas de corpos do tribunal do tráfico. 

Segundo informações coletadas pela Polícia Civil, os pivôs da guerra do tráfico instaurada na região foram identificados como ‘Batata’, integrante do Comando Vermelho, e ‘Pai’, chefe do tráfico de drogas do Complexo da Alma, figura central do Terceiro Comando Puro em São Gonçalo. As duas alas da guerra contam com o apoio da alta cúpula das facções criminosas e ganharam reforços nos últimos dias com o objetivo de se consolidar na região. 

Confronto deixou mortos no conjunto de comunidades localizado no segundo distrito da cidade. Foto via grupo Plantão Enfoco

O Comando Vermelho conta com o apoio de traficantes de diversas regiões de São Gonçalo sendo favorecido pelo controle do tráfico de drogas de áreas próximas como o Jardim Miriambi e Jóquei, possíveis rotas de fuga em casos de operações policiais ou reprimendas da facção rival. 

Já a ‘Tropa do Pai’, como é conhecido o lado do TCP na guerra, conta com um forte financiamento do Complexo da Maré, que ajuda com armas e soldados, além de apoio armado de traficantes do Fonseca, em Niterói, para onde teriam saído os líderes do tráfico na recente invasão do Comando Vermelho. A Polícia Civil investiga a informação de que o CV aproveitou um momento de lazer dos traficantes do TCP para invadir a localidade no fim de novembro deste ano. 

Polícia

Em meio a dias de confronto entre os traficantes, policiais militares do Batalhão de Choque (BPChq), Batalhão de Operações Especiais (Bope) e 7º BPM (São Gonçalo) realizaram ações com o objetivo de conter a guerra armada e conseguiram localizar tonéis de drogas, carros roubados e estratégias montadas pela criminalidade nesta região. 

Policiais militares realizaram ações de combate ao tráfico no inicio de dezembro. Foto: Marcelo Tavares.

Batalha nas redes

Durante os dias de guerra, os traficantes do CV e do TCP trocaram farpas nas redes sociais na busca de demonstração de poder e ameaça a invasões de criminosos rivais.

Já moradores da localidade relatavam os intensos confrontos entre os traficantes e imploravam por momentos de paz em meio aos tiroteios.

“Complexo da Alma pede paz”, dizia uma mensagem de um morador da localidade em uma rede social, no último dia 3.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *