sexta, 30 de julho de 2021

Niterói libera vacina a partir dos 12 anos para deficientes e com comorbidades

A Prefeitura de Niterói começou a vacinar contra a Covid-19, nesta quinta-feira (22), adolescentes a partir de 12 anos com comorbidades ou deficiência permanente. Primeira cidade do Estado do Rio de Janeiro a iniciar a imunização deste público, o município está disponibilizando a vacina na Policlínica Carlos Antônio Silva, em São Lourenço, e no drive thru do Campus do Gragoatá da Universidade Federal Fluminense (UFF), em São Domingos.

MP cria força-tarefa para investigar denúncias no Degase

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) criou, nesta terça-feira (20), por ato do procurador-geral de Justiça, Luciano Mattos, uma Força-Tarefa para fiscalizar as unidades de internação para adolescentes do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase).

Vacinação contra gripe avança em São Gonçalo a partir desta quarta

A vacinação da gripe entra na terceira fase na próxima quarta-feira (9). Neste novo ciclo, poderão se vacinar pessoas que têm comorbidades, pessoas com deficiência permanente; adolescentes e jovens em medidas sócio-educativas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, forças armadas e forças de segurança e salvamento, trabalhadores portuários, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, rodoviário urbano e de longo curso.

Educação foi a área mais afetada na pandemia, aponta estudo

Um estudo da organização não governamental (ONG) Plan International mostrou que 95% de meninas e jovens mulheres tiveram suas vidas afetadas de forma negativa pela pandemia de covid-19. Para as jovens, a educação foi a área mais atingida. O acesso limitado à tecnologia, o apoio insuficiente de escolas e faculdades e o espaço físico para estudar foram as principais dificuldades enfrentadas na educação em casa.